Deliberadamente

Talvez. Respira profundo na parte inferior do abdome, comprime com força, pega o ar de toda a parte, ansiedade. Céu azul com nuvens, apreensões sobre o desconhecido. Prende os cabelos com uma bic azul e se sente azul todo dia. O psicodrama estimula a força criativa, palco-mudo. Não seria louca de todo se o momento envolve o conceito de purificação da alma, imaginação, astúcia. Corpo-consciência é um fator-chave, pede para pendurar lá no prego, o xale. Mantendo segredos. Condições ocultas e circunstâncias desconhecidas… Quanto mais você assimilar o sentimento à possibilidade de tomar decisões assertivas, mais você fortalecerá os Eus ainda vivos, amém. Repete, amém, amém, amém. Mas já sabe, basicamente a mesma vida. Eu não tenho e eu não tenho. Comemora a colheita das folhas de chá, regresso à casa, gerando um sentimento adequado de gratidão pelo que foi feito até agora. Preciso de coisas materiais e música alta, já que em cada esquina há um tema diferente, e muita conversa fiada. Podia ser agora madrugada ou estar em viagem de trem. Põe o pé no chão frio, experimentando um sentimento de pertença. Nostalgia e feliz memórias. Saudade de sabe-se-lá.

E está muito inventiva em meio a emoções turbulentas, apesar de tudo, boa vontade.

Izziyana Suhaimi
Izziyana Suhaimi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s