Leopoldo loves like birds

Com uma grossa armadura invisível, passava horas deitado no quarto escutando e sentindo sob a pele todos as letras. Para resistir a mais um dia, ele me saiu com uma bordoada (como era de seu costume). Uma cena que acontecia sempre. Chamou a atenção para quem a falta de inspiração lateja e o desânimo que enfrentará para (…) se fará notar. Encontros nos quais já não se reconhece. A armadura funciona como um espelho, e imediatamente percebe-se e entristece. Mergulha na própria intimidade para conseguir transmitir a enormidade da vida e a enormidade do seu coração. Admira profundamente quem extrai da tragédia e da morte aquele efeito perversamente animador! Quando são convertidas em linguagem com beleza e honestidade, o sentimento torna-se reconhecível para um monte de gente. Mas esse rico material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído. Ahn,  passeava pelas avenidas sofrendo com a sensação de que a experiência e conhecimento de vida ainda eram insuficientes para perseguir quaisquer fantasias, validando a sensação íntima de (i)maturidade que o dominava a despeito de todas suas forças.

 

É que a vida se afetava imensamente com as diversas e fortes evidências de que o contrário seria preponderante.  Leopoldo teve sete ferimentos em sequências oníricas de gosto duvidoso.

 

leopoldp1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s