Agora olharei a noite

Felizmente hoje aquela musicalidade aconchegante dos timbres doces invade. Com o tempo, na sua proporção em beleza melancólica, a audição se prontificou a mergulhar em uma região obscura para nós. Uma dúvida (do naipe de uma ansiedade aguda do futuro) acabaria por ser uma dura provação. Comichão-esperança.

É uma fraqueza desejar uma linearidade nos fatos, na história vivida. Não é uma má ideia correr em direção a um entendimento. Há anos venho lendo sobre o assunto como forma de tratamento, e essas palavras tem um peso enorme quando pronunciadas (verdades concretizadas) por mim, para mim.

Uma sensação de destensionamento, cede os ombros. O alívio é de graça, basta ter paciência. Eu esperava dele um companheirismo. Encontro ressonância nessa perspectiva de amor, uma janela que aponta para uma cura como corticóide receitado por telefone. Um gesto de genuína compaixão. Uma promessa de proteção e tranquilidade. Penso numa cura simultânea sugerindo um triunfo sobre a adversidade. O caminho da cura pode ser o caminho da doença eterna e vice versa. Alegrava-se com isso, a via de mão dupla.

Agora sentia alternativas.

012-grace-kim-theredlist

Grace Kim, Untitled, 2009, from series Dream Meditation

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s