Dos dedos não saem palavra.

Para que os exemplos não frutifiquem é preciso sempre uma dura lição permitindo para aqueles que assumem, por alguns momentos, o papel de carrasco. Apresentou-se espontaneamente muito embora possam incomodar bastante os aspectos contraditórios da sua própria natureza e o abandono das armas. Sair por aí beijando todo mundo e dizendo que ama (onde já se viu). A mulher da direita, com os cabelos louros soltos nos ombros, procura um lar. Desestruturação. Calhou de inventar a resolução de já querer ser outra pessoa que não quer mais nada disso, sendo daí o ponto de partida.

Despedida da carne extraindo beleza da ferida. Descrito por pessoas diferentes, o ato é classificado como ‘diferentes buscas’. A opção não é exatamente uma escolha, é um resultado que prepondera sobre outros. Não dizer é dizer muito. Desespero de quem ouve tanto quanto de quem diz. Dedos e ascos. (Compreendeu que muita coisa deveria ser afogada para que pudesse respirar).

Agora, terminar a cerveja e cama. Sim, nada hoje faz sentido.

016_david-goldblatt_theredlist

David Goldblatt

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s