Um toque de leve

Agora é deixar de molho, posso entrar pra tomar café. Uma possível overdose neste local, pensava enquanto a água fervendo no fogão chamou atenção. Quase famoso esse café, quase um prazer e quase que se permite uns minutos de letargia. Tinha uma grave e crônica exaustão mental, e silenciar-se era o que mais almejava. Falava uma certa ingenuidade desse estado frágil, mas não perdera fé de que se recuperaria. Me lembro que encostei nele, falei umas sacanagens… ríamos muito, de um jeito que surpreende. É como fazer tudo como a primeira vez. Sem água, sem comida, sem cordas de segurança. Flores artificiais no cabelo ganham status, é permitido abusar. Acho que o futuro talvez se arrependa dessa desconstrução.

Ele alisou a minha mão com o dedo e disse que estava feliz de eu estar ali.

George Disario-CORBIS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s